sábado, 24 de dezembro de 2011

EDP ESCELSA - A SUBSIDIÁRIA PORTUGUESA DO GRUPO EDP PARA A DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA É A 7ª.MAIOR EMPRESA DO ESTADO DE ESPÍRITO SANTO NO BRASIL

A EDP Escelsa, distribuidora de energia elétrica do Grupo EDP no Brasil, conquistou o 7º lugar entre as 200 maiores empresas do Espírito Santo, no ranking divulgado pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes). O "Anuário IEL 200 Maiores Empresas do Espírito Santo 2011", em sua 15ª edição, é hoje o principal instrumento de avaliação e reflexão sobre a economia deste Estado brasileiro

Para o diretor vice-presidente da EDP Escelsa, Agostinho Barreira, o resultado alcançado reflete o compromisso da Distribuidora com o desenvolvimento sustentável e inovação, na busca contínua da melhoria da qualidade de seus produtos e serviços prestados.

“Este reconhecimento atesta nosso compromisso com a prestação de um serviço de qualidade aos nossos clientes, bem como a nossa contribuição para o desenvolvimento socioeconômico do Espírito Santo”, destaca Barreira.

A EDP Escelsa atende 70 dos 78 municípios do Espírito Santo, abrangendo mais de 90% do seu território e da sua população, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Estado e levando conforto e qualidade de vida aos capixabas.

A EDP Escelsa investiu, nos últimos seis anos, cerca de R$ 1,2 mil milhões.

OI, COMPANHIA TELEFÓNICA BRASILEIRA PARTICIPADA DA PORUGAL TELECOM - PT - REFORÇA A SUA POSIÇÃO NO MERCADO


A Oi, companhia brasileira participada da Portugal Telecom (PT), chegou ao final de novembro com 18,92% de participação no mercado brasileiro de telefonia móvel, uma ligeira subida face aos 18,86% que a empresa tinha em outubro, segundo as estatísticas da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A Oi, que também é acionista da PT, permaneceu na quarta posição do mercado brasileiro. No espaço de um mês a Oi conquistou quase um milhão de clientes, passando de 43,69 milhões de usuários em outubro para 44,66 milhões em novembro.

A operadora Vivo lidera o mercado, com 29,64% de participação, seguida da TIM (26,03%) e da Claro (25,09%).

No final de novembro, havia no Brasil 236,08 milhões de linhas de telefones celulares habilitadas, segundo o balanço da Anatel. O serviço registrou 38,54 milhões de novas habilitações nos últimos 12 meses, crescimento de 19,51%.

SINUTA, EMPRESA PORTUGUESA ESPECIALIZADA EM ANTENAS PARABÓLICAS VAI INVESIR NUMA FÁBRICA NA REGIÃO DE SÃO PAULO, EM 2012


A empresa portuguesa Sinuta, especializada na produção de antenas parabólicas, está a planear construir no próximo ano uma fábrica no Brasil, mercado que já está no seu radar de exportações.

A empresa portuguesa, liderada por Diamantino Nunes, pretende instalar a fábrica na região de São Paulo, com o objectivo de até 2015 conquistar uma participação de 25% no mercado brasileiro de antenas parabólicas, noticiou o "Jornal de Negócios".

Segundo a mesma fonte, este projecto da empresa portuguesa poderá implicar um investimento de até cinco milhões de euros.

A Sinuta está hoje a produzir na Zona Industrial de Estarreja, na região Centro de Portugal. Criada em 1996, a empresa teve como primeiros mercados externos França e Marrocos.
 


PORTUGAL VOLTA A TER SALDO POSITIVO, PELA TERCEIRA VEZ, NO COMÉRCIO COM O BRASIL




Em novembro, Portugal conseguiu, pela terceira vez este ano, um superávit comercial nas suas trocas com o Brasil: as empresas portuguesas exportaram para o mercado brasileiro US$ 96,7 milhões, tendo o país importado do Brasil apenas US$ 74,7 milhões, o que resultou numa vantagem para a balança comercial portuguesa de cerca de US$ 22 milhões.

Tradicionalmente, Portugal tem um défice nas suas trocas comerciais com o Brasil, mas este ano a economia portuguesa tem atingido vários resultados favoráveis. O primeiro ocorreu em junho, quando Portugal alcançou um superávit de US$ 1,1 milhão. Em setembro, num dos melhores registos mensais de sempre, a diferença entre o que Portugal exportou e importou do Brasil foi de US$ 27 milhões.

Apesar de ser já o terceiro superávit mensal de 2011 para o lado lusitano, em termos acumulados o corrente exercício é amplamente favorável aos interesses brasileiros, que levam um saldo positivo de US$ 1,15 mil milhões, tendo o maior desequilíbrio (a favor do Brasil) ocorrido em maio (US$ 254 milhões).

No acumulado de 201, o Brasil soma US$ 1,88 mil milhões em vendas para Portugal, ao passo que as suas importações de produtos lusos ascendem a US$ 733 milhões. Números que traduzem crescimentos de 49,7% e de 40,6%, respectivamente.

Em novembro as exportações brasileiras para Portugal ficaram 70% abaixo do registo de outubro, mas 17% acima das obtidas no mesmo mês do ano passado. Já as vendas portuguesas para o Brasil tiveram crescimentos nas duas comparações: de 71% face a outubro e de 44% sobre novembro de 2010.

Nos primeiros onze meses deste ano, o produto português mais exportado para o Brasil, representando mais de 20% do total de vendas, foi o azeite, seguido do bacalhau, com cerca de 10% de participação na pauta. O vinho, as pêras e os sulfetos de minérios de cobre também estão no topo das exportações portuguesas para o mercado brasileiro.

Já o Brasil exportou para Portugal principalmente petróleo (quase 55% do total). O açúcar em cana foi o segundo item mais expedido para o mercado português (mais de 7% de participação). Os laminados de ferro e aço e a soja são outros dos produtos que figuram no topo da tabela de vendas brasileiras para clientes lusos.

Este ano, as trocas comerciais entre os dois países já atingiram níveis históricos. Em outubro, ainda com dois meses do ano por apurar, a corrente de comércio luso-brasileiro atingiu a marca de US$ 2,44 mil milhões, superando o recorde de 2008, de US$ 2,3 mil milhões. Em novembro, as trocas comerciais chegaram, em termos acumulados, a US$ 2,6 mil milhões.

ENOTEL, GRUPO PORTUGUÊS, INVESTE NA EXPANSÃO DO "RESORT" DE PORTO GALINHAS-PERNAMBUCO-BRASIL


O grupo hoteleiro português Enotel, originário da Ilha da Madeira, deverá avançar com as obras de expansão do "resort" de Porto de Galinhas, no Nordeste do Brasil, em janeiro próximo, num investimento avaliado em R$ 250 milhões, que deverá ficar concluído em outubro de 2013.

A expansão do Resort, representará, na prática, a construção de um hotel dentro do hotel. Serão mais 440 apartamentos para o Enotel Resort & Spa, um novo parque aquático e a ampliação do centro de convenções do local.

A ampliação da unidade brasileira do grupo Enotel estava prevista há vários anos, mas só agora se irá concretizar. O diretor do grupo Enotel e responsável pelo departamento de desenvolvimento de novos projetos, Agostinho Arrais, indicou que este é o momento certo para avançar.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

BRASIL SERÁ O PAÍS EM DESTAQUE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA 2012


A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), feira internacional de turismo, ocorre em Portugal de 29 de fevereiro a 4 de março de 2012. Entre seus objetivos, potencializar novos contatos e promover os melhores negócios de turismo. Realizada desde 1989, a BTL é a maior mostra da oferta turística do destino Portugal.

O Brasil participa nesta próxima edição como país convidado e vai promover a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Além do Brasil, na edição de 2012, a feira contará com a participação de países como Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, tornando-a a maior feira de destinos da língua portuguesa.

Na BTL 2011, 74 mil pessoas visitaram os pavilhões de 990 expositores, somando 43 destinos. A feira recebeu 38 mil profissionais de turismo, sendo 2,8 mil estrangeiros. A feira recebe agentes de viagens, diretores de agências, diretores de empresas de destino, operadores turísticos e imprensa.

As reuniões são marcadas previamente, por meio do site oficial do evento. O comprador internacional obtém diretamente do sistema uma lista das reuniões agendadas, o local, o dia, a hora, a empresa e pessoa a contatar. Após a visita à feira, os visitantes poderão ainda prolongar a estadia e participar de um tour pelas sete regiões de Portugal continental e ilhas.

Para mais informações, acessewww.btl.fil.pt.

GOVERNO PORTUGUÊS ASSINOU CONTRATO de parceria COM A EMBRAER PARA PRODUÇÃO DO KC-390

A Embraer e o Governo de Portugal assinou contrato de parceira para o programa de desenvolvimento do KC-390, aeronave para transporte logístico e reabastecimento em voo.
O acordo foi firmado com as portuguesas OGMA (Industria Aeronáutica de Portugal) e EEA (Empresa de Engenharia Aeronáutica).

Nos termos do acordo, o governo português desenvolverá, sob a coordenação da EEA, e por meio do CEIIA (Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel), o projeto de engenharia de três segmentos do avião de transporte militar a ser construído pela Embraer.

Os segmentos projetados, desenhados e testados em Portugal serão depois fabricados no país pela OGMA, que também produzirá a Fuselagem Central da aeronave.

A PORTUGUESA OGMA 

Na ocasião, o presidente da fabricante brasileira, Frederico Curado, afirmou que a expectativa é de que a fábrica de Évora comece a produzir e a realizar encomendas na segunda metade do próximo ano.

TAP ELEITA A MELHOR COMPANHIA AÉREA DA EUROPA, PELA REVISTA GLOBAL TRAVELER


A TAP foi eleita a melhor companhia área da Europa, entre outras 30 companhias de renome internacional, pela revista norte-americana de turismo Global Traveler.

A cerimónia de entrega do prémio foi realizada em Beverly Hills, nos Estados Unidos, na oitava gala anual da Global Traveler e resulta da sondagem designada "GT Tested Reader Survey" da revista realizada a mais de 36.000 passageiros frequentes e passageiros executivos, que fazem em média 16 viagens internacionais e 16 viagens domésticas por ano, informa a transportadora aérea portuguesa em comunicado.

O inquérito foi feito aos leitores da revista, entre 1 de janeiro e 31 de agosto de 2011.


A TAP enfatiza que a distinção é considerada no setor como os "óscares de viagens" e explica que os passageiros frequentes e executivos são convidados a nomear "os melhores" em várias categorias na área de viagens e turismo.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

VINHOS PORTUGUESES DO DÃO QUEREM AMPLIAR MERCADO NO BRASIL

Ocupando atualmente a terceira posição no ranking de exportações dos vinhos do Dão, uma das mais tradicionais regiões vitivinícolas de Portugal e do mundo, o mercado brasileiro importou, nos dez primeiros meses de 2011, 22% a mais que no mesmo período no ano passado.

O crescimento abrange todas as gamas: tintos, brancos e rosés, porém os brancos foram o que registraram maior aumento: o dobro em relação a 2010. “No ano passado desembarcaram no mercado brasileiro mais de um milhão de garrafas de vinho do Dão”, comenta Arlindo Cunha, presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão.

Segundo Cunha, a CVRD pretende reforçar a aposta no mercado brasileiro, investindo em diversas ações de divulgação e publicidade. A previsão é que nos próximos três anos o volume global das exportações de vinhos do Dão cresça 50%.

Em busca de importadores

Para apresentar as características singulares do Dão, os produtores Álvaro Castro, Casa da Passarela, Caves Aliança, Dão Sul, FTP Vinhos, Lusovini, Quinta das Camélias, Quinta do Cerrado, Quinta do Carvalhão Torto, Quinta de Lemos e Seacampo, vieram ao Brasil para duas provas exclusivas promovidas pela Comissão Vitivinícola Regional do Dão em São Paulo, no dia 21 de novembro, e em Recife, no dia 24. Entre os produtores presentes, alguns ainda buscam importadores para seus produtos no País.

Arlindo Cunha, que foi ministro da Agricultura e Deputado do Parlamento Europeu, completa: “A expectativa é que as negociações entre a União Europeia e o Mercosul conduzam à redução de medidas protecionistas atualmente aplicadas aos vinhos portugueses no Brasil, o que levará, consequentemente, a um aumento ainda mais significativo nas nossas exportações para o mercado brasileiro”.

domingo, 13 de novembro de 2011

SONAE SIERRA, DO GRUPO PORTUGUÊS SONAE, AUMENTAE REFORÇA APOSTA NOS MERCADOS EMERGENTES


Passeio das Águas Shopping, em Goiânia - Projecção

O resultado líquido da portuguesa Sonae Sierra aumentou 83 por cento nos primeiros nove meses de 2011, em relação ao período homólogo, para 27,3 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa do grupo Sonae (proprietário do jornal PÚBLICO) especialista em centros comerciais adiantou que “a variação positiva do resultado líquido foi impulsionada por uma melhoria significativa do resultado indirecto, consequência da resiliência e da melhoria da eficiência operacional dos activos que permitiu minimizar os efeitos do comportamento negativo das taxas de capitalização (yields) em Portugal e na Grécia”.

As vendas de activos na Europa e a Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla inglesa) no Brasil, que ocorreram no primeiro trimestre do corrente ano, produziram uma queda de oito por cento nos proveitos directos dos investimentos, que passaram de 167,7 milhões de euros nos nove meses de 2010 para 154,1 milhões de euros em 2011.

Nos primeiros nove meses, o EBITDA (Resultados Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortizações) registou uma queda de seis por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, para 84,5 milhões de euros, o que reflecte “os ganhos de eficiência resultantes dos esforços de contenção de custos em todas as áreas da empresa”.

“Os resultados obtidos nos primeiros nove meses reflectem o esforço que temos feito para melhorar a nossa eficiência operacional, para criarmos novas fontes de rendimento nomeadamente com o reforço da prestação de serviços a terceiros, e a nossa dispersão geográfica que nos permite estar presentes em países onde o crescimento económico existente é favorável, nomeadamente o Brasil”, considerou o presidente executivo da Sonae Sierra.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Guedes de Oliveira admitiu que “as condições económicas com especial impacto em Portugal, na Grécia e, numa menor dimensão, em Espanha e Itália, irão afectar inevitavelmente o desempenho operacional [da empresa] na Europa”, realçando a aposta num “redireccionamento geográfico a favor dos mercados emergentes com o objectivo de no final de 2011 estar presentes num novo mercado, através da prestação de serviços de promoção e gestão a terceiros”.

Durante o terceiro trimestre, a Sonae Sierra iniciou a construção do Passeio das Águas Shopping, na cidade de Goiânia, o 13.º empreendimento da empresa no Brasil, um investimento de 167 milhões de euros, que tem inauguração prevista para 2013.

UNIÃO EUROPEIA - UE E BRASIL INVESTEM 10 MILHÕES DE EUROS EM TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO


A União Europeia (UE) e o Brasil acordaram nesta terça-feira investir 10 milhões de euros em projetos de pesquisa na área de tecnologias da informação e comunicação (TIC), através de uma convocação conjunta.

O acordo foi fechado durante reunião anual sobre as oportunidades de colaboração no campo das TIC realizada em Brasília, afirmou comunicado da Comissão Europeia.

A convocação está dirigida a pesquisadores e indústrias das duas regiões que pretendam trabalhar conjuntamente na computação em nuvem para a ciência, tecnologias sustentáveis para as cidades, plataformas digitais inteligentes ou novas aplicações híbridas para a televisão através da internet.

A Comissão e as autoridades brasileiras também acordaram compartilhar suas experiências e conhecimento sobre aspectos reguladores das TIC, que incluem o desenvolvimento de banda larga e segurança na internet, computação em nuvem e radiodifusão digital.

A vice-presidente da Comissão Europeia e responsável pela Agenda Digital, Neelie Kroes, destacou na nota que a UE e o Brasil compartilham "muitos valores, raízes culturais e sociais, que se refletem na maneira de enfrentar o potencial socioeconômico e os desafios das TIC".

"Este novo fundo para pesquisa é outro grande passo adiante para a colaboração entre UE e Brasil. Ambas têm muito a ganhar ao reforçar sua cooperação nesse âmbito", disse.

O acordo selado nesta terça-feira inscreve-se em mais de uma década de participação do Brasil em programas europeus de pesquisa. A UE já apresentou a organizações científicas brasileiras mais de 7 milhões de euros.

Leia mais no Terra

PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DISTINGUE EMPRESAS PORTUGUESAS


Foram entregues no passado dia 7 de Novembro, em Lisboa, em cerimónia realizada no hotel Ritz Four Seasons, os Prémios Exportação e Internacionalização, fruto de parceria entre o BES e o Jornal de Negócios, com o apoio da Coface e Mckinsey & Company, distinguiram as empresas portuguesas com melhor performance exportadora e casos de sucesso na internacionalização.

A About the Future, do Grupo Portucel Soporcel, e a Mota-Engil foram as vencedoras na categoria grandes empresas, enquanto a Exictos e a Indasa venceram na categoria PME. A Afinomaq, por sua vez, venceu a categoria "Revelação" de projecto de exportação, a EFACEC recebeu o prémio "Exportação + Emprego", e a Câmara de Comércio Luso Francesa foi distinguida com o galardão Câmara de Comércio 2010.

Foram também atribuídas menções honrosas à BERD e à Impetus, na categoria PME, e à Cotesi e à EIP – Electricidade Industrial Portuguesa na categoria grandes empresas.

Estes galardões, de periodicidade anual, destinam-se a PME e a Grandes Empresas e dividem-se em duas vertentes que se complementam: os Prémios Internacionalização, cujos vencedores foram conhecidos em Julho, e os Prémios Exportação, que destacam agora as empresas com melhor performance exportadora.

O júri da 1ª edição do prémio, responsável pela avaliação das candidaturas, foi composto por Alberto Castro, da Universidade Católica do Porto, Mário Vilalva, Embaixador do Brasil em Portugal, e António de Melo Pires, Presidente da Auto Europa.

CIMPOR DE PORTUGAL AUMENTA VOLUME DE NEGÓCIOS NO BRASIL

A cimenteira portuguesa Cimpor, cujo capital é controlado maioritariamente pelas brasileiras Votorantim e Camargo Corrêa, subiu em 18,1% o seu volume de negócios no Brasil, atingindo receitas de 526 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, revelou a companhia em comunicado ao mercado.

No terceiro trimestre isoladamente o crescimento da Cimpor no Brasil foi menor, já que o volume de negócios apresentou uma subida em termos homólogos de 7,9%, para 184,3 milhões de euros.

Em volume, a actividade brasileira do grupo português teve um crescimento mais modesto, subindo 3,2% no terceiro trimestre e 7,4% no conjunto do ano, para 1,49 e 4,26 milhões de toneladas de cimento e clínquer, respectivamente.

O resultado operacional da Cimpor no Brasil, medido pelo EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações), cresceu 9,1% no terceiro trimestre, para 58,9 milhões de euros, elevando o EBITDA dos primeiros nove meses a 165,7 milhões de euros, num crescimento homólogo de 15,6%.

O grupo nota que "o mercado do Brasil continua a ser o principal motor de crescimento da Cimpor". Segundo a companhia, "o aumento da procura de cimento no país proporcionou um incremento das vendas de cimento e clínquer", ainda que no terceiro trimestre elas tenham sido "algo penalizadas pelas chuvas ocorridas nas regiões do sul sobretudo nos meses de julho e agosto".

Leia mais no Portugal Digital

SEMINÁRIO "PORTUGAL E BRASIL EM REDE NA GESTÃO DE RESÍDUOS"

Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) em Portugal

Está a decorrer entre 10 a 14 de novembro, em Lisboa, o Seminário “Portugal e Brasil em rede na gestão de Resíduos”.
Portugal e o Brasil partilham oportunidades na área da gestão dos resíduos, como mostram os recentes acordos estabelecidos entre o Estado do Rio de Janeiro e o Ministério do Ambiente Português.

Portugal, como país que tem uma cultura na gestão de resíduos bastante desenvolvida, e que percorreu um longo caminho num curto espaço de tempo, poderá ter um papel fundamental na partilha de informação, transferência de know-how e tecnologia.

Por sua vez, o Brasil procura cada vez mais vencer as diversas etapas fundamentais na gestão de resíduos, necessitando de modelos regulatórios e institucionais, bem como das melhores opções tecnológicas, capazes de servirem como estrutura para o desenvolvimento de medidas concretas e projetos.

A experiência de Portugal neste setor, que o seminário “Portugal e Brasil em rede na gestão de Resíduos” pretende transmitir, poderá ser determinante para o desenvolvimento da gestão e tratamento de resíduos no Brasil, podendo também abrir a porta ao estabelecimento de contatos e parcerias entre entidades e empresas nos dois países.

Mais informações:

Tel: 351 21 880 61 36 (Filipa Newton
Cláudia Morais)



Site Oficial:


FESTIVAL DE VINHOS PORTUGUES EM RESTAURANTES DE SÃO PAULO E DO RIO DE JANEIRO


De 14 de novembro a 4 de dezembro a ViniPortugal, associação interprofissional privada dedicada à promoção dos Vinhos Portugueses, realizará o Festival de Vinhos Portugueses em Restaurantes nas cidade do Rio de Janeiro e São Paulo.

O objetivo do evento é divulgar e incentivar as vendas de vinhos portugueses nos restaurantes, treinando as equipAs de empregados sobre os vinhos lusitanos.

Para garantir um treino impecável, a organização do evento escalou José Santanita, eleito o melhor sommelier de Portugal e uma autoridade quando o assunto é vinho portugues, que vem ao Brasil especialmente para ajudar nessa tarefa.
De 14 de novembro a 4 de dezembro a ViniPortugal, associação interprofissional privada dedicada à promoção dos Vinhos Portugueses, realizará o Festival de Vinhos Portugueses em Restaurantes nas cidade do Rio de Janeiro e São Paulo.

O objetivo do evento é divulgar e incentivar as vendas de vinhos portugueses nos restaurantes, treinando as equipAs de empregados sobre os vinhos lusitanos.

Para garantir um treino impecável, a organização do evento escalou José Santanita, eleito o melhor sommelier de Portugal e uma autoridade quando o assunto é vinho portugues, que vem ao Brasil especialmente para ajudar nessa tarefa.

UNIVERSIDADE DE LISBOA DEBATE RELAÇÕES PRESENTES E FUTURAS ENTRE UNIÃO EUROPEIA E MERCOSUL

O Centro de Excelência Jean Monet da Universidade de Lisboa realiza nos dias 5, 6 e 7 de dezembro de 2011, no Auditório da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, o Seminário União Europeia e Mercosul: Relações Presentes e Futuras.

O evento, coordenado pelos professores doutores Fausto de Quadros e Elizabeth Accioly, é direcionado preferencialmente a docentes, pesquisadores, estudantes, diplomatas, magistrados e promotores, especialistas em comércio, advogados, empresários e jornalistas.

A abertura do evento acontecerá às 10h do dia 5 de dezembro, com a conferência “A Situação Atual das Relações entre a União Europeia e o Mercosul”, pelo professor doutor Eduardo Vera-Cruz Pinto, diretor da Faculdade de Direito de Lisboa.

Participa o professor doutor Jorge Fontoura, professor do Instituto Rio Branco – Itamaraty e presidente do Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul. À tarde, o tema será “Relações entre a União Europeia e o Mercosul: Implicações das Alterações Introduzidas pelo Tratado de Lisboa em Matéria de Investimento Estrangeiro e Arbitragem Internacional”.

No dia 6 de dezembro serão tratados temas como arbitragem internacional e a influência do presidencialismo e do parlamentarismo nos sistemas de integração regional. No dia 7 será discutida a integração nas Américas e as parcerias estratégicas no Acordo Mercosu- União Europeia.

Clique aqui para mais informações sobre e evento.

MARTIFER, EMPRESA PORTUGUESA, GANHA CONSTRUÇÃO DE TERCEIRO ESTÁDIO NO BRASIL


A portuguesa Martifer, empresa especializada no fabrico de estruturas metálicas e com negócios também na área da energia solar e eólica, ganhou a construção do terceiro estádio de futebol no Brasil. O novo projecto, noticia hoje o "Diário Económico", é o estádio do Grémio de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul, que não faz parte das infra-estruturas pré-seleccionadas para o Mundial de Futebol de 2014.

A obra prevê a construção do estádio de raiz, do qual toda a estrutura metálica ficará a cargo da Martifer. O dono da obra é a OAS Empreiteiros, com quem a empresa portuguesa está a trabalhar no projecto do estádio de Salvador, na Bahia, que ganhou recentemente.

Com capacidade para 55 mil pessoas e cinco anéis, a obra de Porto Alegre está integrada num complexo imobiliário composto por um hotel, centro comercial, centro de congressos, edifícios de apartamentos e zona de estacionamento. A conclusão da obra está prevista para dezembro de 2012.

Recorde-se que a carteira de obras actual da Martifer já inclui a construção metálica de um centro comercial, o Vale Verde Shopping, no Estado de São Paulo. Este projecto representa um volume de negócios de R$ 13 milhões para a empresa portuguesa e deverá estar concluído no próximo ano.

Para atender a este e outros empreendimentos, a Martifer já está a construir uma fábrica de estruturas metálicas no Brasil.

COMPANHIA PORTUGUESA CARRIS DE FERRO DE LISBOA, FIRMA CONTRATO DE 16 MILHÕES DE EUROS COM O GOVERNO DO RIO DE JANEIRO

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, anunciou ontem ter firmado um acordo com a companhia portuguesa Carris de Ferro de Lisboa no valor de 40 milhões de reais (cerca de 16,6 milhões de euros) para modernizar os carros eléctricos do bairro Santa Teresa.

"Nós passaremos o ano de 2012 inteiro nessa tarefa de renovação de trilhos [linhas], equipamentos e de compra de novos bondes [eléctricos]. Temos separados, para começar, 40 milhões [de reais] para isso. Não vamos medir esforços. Em 2013, com certeza, entregaremos esse presente à cidade", disse Cabral.

O entendimento foi alcançado foi duas semanas depois de três técnicos da Carris terem estado no Rio de Janeiro a analisar o sistema dos carros eléctricos do bairro de Santa Teresa.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cooperação económica entre países lusófonos deve passar do 'discurso à prática' já em 2012



 O Secretariado da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) quer que os chefes de Estado do bloco lusófono possam analisar no próximo ano medidas para ultrapassar os entraves à cooperação económica.

De acordo com o director-geral da CPLP, Hélder Vaz Lopes, as reuniões que vão preparar um plano para trazer a cooperação económica «do discurso para a prática» começam ainda este ano.

«Até o fim do ano, vamos começar as reuniões técnicas e, depois, reuniremos as agências de investimentos e de promoção do desenvolvimento», disse o responsável à Agência Lusa, durante o Encontro de Negócios na Língua Portuguesa, que decorre até quinta-feira em Fortaleza, no Brasil.

O secretariado da CPLP já identificou os peritos que participarão nos debates técnicos. Os nomes estão em fase de aprovação pelos países-membros.

A expectativa é que, até Maio de 2012, o tema possa ser avaliado pelos ministros da Economia dos países da CPLP. Caso haja consenso, as propostas podem ser transformadas em acordo já na próxima cimeira do bloco, que está marcada para Julho, em Moçambique.

Segundo Vaz Lopes, «há pilhas de diagnósticos» que mostram os entraves para colocar em prática a cooperação económica. No entanto, a falta de definição de prazos e metas nunca permitiu os trabalhos avançassem.

«A única forma de fazer é trabalhar sob pressão», declarou o responsável, em referência ao calendário apertado, que foi aprovado pelos governos dos países lusófonos.

Os mecanismos para aproximar os países da CPLP ainda vão ser discutidos. Entre as possíveis soluções está a criação de um banco de fomento. Qualquer medida, porém, precisa alcançar o consenso entre os países-membros para ser aplicada.

A distribuição geográfica dos países da CPLP, presentes em quatro continentes, faz com que o bloco seja uma plataforma estratégica para as empresas alcançarem novos mercados.

Secretário-executivo da Camex participa de Encontro de Negócios na Língua Portuguesa

A relação comercial do Brasil com os países de língua portuguesa foi tema da palestra do secretário-executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Emilio Garofalo Filho, durante a abertura do Encontro de Negócios na Língua Portuguesa, ontem, em Fortaleza (CE).
O secretário destacou o crescimento da corrente de comércio entre o Brasil e os países lusófonos - que têm o português como língua oficial. A soma das importações e exportações brasileiras para Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste passou de US$ 8,6 bilhões (total do período entre 2002 e 2006) para US$ 20,9 bilhões (entre 2007 e 2011).
De janeiro a agosto deste ano, a relação comercial, historicamente superavitária para o Brasil, registrou saldo positivo de US$ 1,4 bilhão. As vendas totalizam US$ 2,2 bilhões no período e as compras, US$ 790 milhões.
O secretário-executivo da Camex informou, ainda, que os principais destinos das exportações brasileiras para países lusófonos são Portugal (US$ 1,5 bilhão) e Angola (US$ 636 milhões). Além de serem os principais compradores de nossos produtos, Portugal (US$ 507 milhões) e Angola (US$ 270 milhões) também são, entre os países de língua portuguesa, os que mais vendem para o Brasil.
Os principais produtos exportados e importados pelo Brasil desses países são combustíveis minerais (óleos brutos de petróleo), óleos minerais e produtos da sua destilação; matérias betuminosas; ceras minerais; além de alimentos como carnes e miudezas, açúcares e produtos de confeitaria.
Promovido pela Câmara Brasil Portugal no Ceará, o Encontro de Negócios na Língua Portuguesa, que segue até o dia 6 de outubro, tem o objetivo de facilitar e intensificar as trocas comerciais entre os países lusófonos.
Além de palestras, também está sendo realizada a Mostra de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa, com 40 stands onde estarão representados os setores de indústria, serviços, tecnologia da informação, turismo, construção civil, agronegócios, logística, entre outros.

Petrobras e Galp iniciam prospecção de petróleo em Portugal



A petrolífera brasileira Petrobras e a compampanhia portuguesa de petróleos Galp vão avançar com a prospecção de crude ao largo de Peniche em 2012. O primeiro poço fará parte de uma concessão composta por quatro blocos, sendo que os restantes três estão localizados na costa alentejana.

Há fortes expectativas da existência de crude, mas estas perfurações são cruciais para determinar a viabilidade comercial das concessões. Cada perfuração no off-shore nacional custará entre 80 a 100 milhões de dólares, ou seja, entre 58,8 e 73,5 milhões de euros, afirmou fonte do grupo brasileiro ao Diário Económico.

Por outro lado a Petrobras também escolheu a região de Sines, no sul de Portugal, para a futura produção de biocombustível em território nacional. O objectivo é produzir, no final de 2014 em Portugal, 250 mil toneladas de Diesel a partir de palma cultivada no Pará (Brasil) para comercializar no mercado europeu.

Portuguesa Martifer concorre a vários estádios no Brasil

 
Empresa de Oliveira de Frades já ganhou um concurso para as estruturas metálidas do estádio de futebol em Salvador da Baía.

A Martifer está a concorrer ao fornecimento de mais infra-estruturas para o Mundial de 2014 no Brasil, disse à Bloomberg o presidente da empresa, Jorge Martins.

"Estamos a concorrer a mais estádios e a outras infra-estruturas", disse, numa declaração escrita, o presidente da empresa que recentemente anunciou a vitória no concurso para a construção das estruturas metálicas para o estádio em Salvador da Baía, num acordo de 15 milhões de euros.

O Brasil vai ter, no Campeonato do Mundo de Futebol 2014, um total de 12 estádios.

A Martifer, sedeada em Oliveira de Frades, acrescenta que pretende conquistar encomendas para outros projectos de construção desportivos ou não-desportivos e para isso "está em negociações com vários grupos para conseguir expandir a sua carteira de encomendas no curto prazo", diz Jorge Martins, pretendendo aproveitar os planos de investimento no Brasil em várias áreas de actividade.

E para isso está a construir uma unidade fabril na área de São Paulo, orçamentada em 12 milhões de euros, para apoiar a expansão na região. Esta unidade terá, segundo avançou o "Diário Económico", uma capacidade instalada de 12 mil toneladas.

Fortaleza recebe 300 empresas para Encontro de Negócios na Língua Portuguesa



Fortaleza, capital do Ceará, acolhe a partir do dia 3 e até quinta-feira, dia 6, mais uma edição do Encontro de Negócios da Língua Portuguesa. O evento juntará expositores, empresários e outros participantes, para discutir oportunidades de negócios no espaço da lusofonia.

A solenidade de abertura do Encontro de Negócios foi marcada para as 9h de 4 de outubro, coincidindo com o lançamento do Guia de Investimentos no Nordeste. O espaço La Laison Coliseu, na capital cearense, é o palco do evento.


O “Encontro de Negócios na Língua Portuguesa” está pautado na temática central: Oportunidades na Língua Portuguesa: Construindo Negócios e Conhecimento, e visa contribuir cada vez mais para a aproximação e o intercâmbio entre os representantes dos países da CPLP, de forma a intensificar os meios e as oportunidades para que o volume de negócios realizados entre estes supere a marca dos 10% dos negócios realizados entre si.

Promovido pela Câmara Brasil Portugal no Ceará, presidida por Jorge Chaskelman, o evento conta também com a organização da Prática Eventos e do grupo de comunicação "O Povo".


Mais informações poderão ser obtidas no endereço www.negociosnalinguaportuguesa.com

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

EDP é a empresa portuguesa mais bem colocada no ranking das maiores em 2010




A EDP Energias do Brasil é a empresa portuguesa mais bem colocada no `ranking` das mil maiores a operar no Brasil em 2010, publicado  pelo jornal Valor Económico.

Com proveitos líquidos de 5,03 mil milhões de reais (2,2 mil milhões de euros), a subsidiária brasileira da EDP está na 68.ª posição, uma descida de três lugares face à ordenação anterior, apesar de aquele valor ter crescido 8,9 por cento.

Já a Cimpor subiu uma posição, para 244.ª, com proveitos líquidos de 1,43 mil milhões de reais em 2010.

Portuguesa Sonae Sierra consolida posição no Brasil



A empresa portuguesa Sonae Sierra alcançou no primeiro semestre deste ano um ganho de 23,7 milhões de euros com as suas operações no mercado brasileiro, resultado 63% acima do obtido no período de janeiro a junho de 2010, revela a companhia portuguesa no relatório e contas semestral.

Embora o resultado operacional dos centros comerciais no Brasil tenha descido 7%, para 12 milhões de euros, a Sonae Sierra conseguiu mais do que compensar essa quebra por via do resultado indirecto, tirando partido de uma valorização das suas propriedades no mercado brasileiro, o que permitiu ao grupo aumentar o seu resultado líquido final.

A Sonae Sierra, que no primeiro semestre fez uma oferta pública de acções da sua subsidiária brasileira no valor de R$ 465 milhões, tem em curso a construção de dois novos centros comerciais no Brasil, bem como a ampliação de outros dois.

Entre os investimentos de raiz, o grupo português conta o Uberlândia Shopping, com inauguração programada para o primeiro trimestre de 2012 e um investimento de 62 milhões de euros, e o Boulevard Londrina, que deverá abrir também em 2012, com um custo de 88 milhões de euros.

Do lado da modernização de activos existentes, a Sonae Sierra está a expandir o Shopping Metropole e o Shopping Campo Limpo.

Design: Duas marcas portuguesas nomeadas para prémio internacional




Munna, uma marca de mobiliário do Matosinhos, e o atelier Nini Andrade Silva, responsável pelo interior do Hotel Teatro, no Porto (foto), e pelo Aquapura Douro Valley, em Lamego, estão nomeados para os prémios International Design & Architecture de 2011.

Poltrona Munna DR É com Batom que a Munna se distingue lá fora

As duas marcas portuguesas participam no certame na categoria "Lugares Sentados" e a votação dos melhores projetos em 16 áreas pode ser feita através do site www.thedesignawards.co.uk/voting-2011.html

Batom (na foto) é o título da poltrona de pinho e cedro nigeriano estofado à mão com veludo de algodão que a Munna apresenta no certame.

A marca de mobiliário de luxo sediada em Leça do Balio, desde sempre inspirada na alta costura e na Art Deco, transporta para esta poltrona a essência do amor e da elegância feminina, pode ler-se no site.

O galardão International Design & Architecture destina-se a celebrar o melhor do design de interiores, da arquitectura e da inovação em todo o mundo, reconhecendo talentos, criando oportunidades e oferecendo inspiração.

Os prémios serão entregues no dia 16 de Setembro, num hotel de Londres.

BookPortugal oferece“solução perfeita” para férias em Portugal



“Circuitos Gastronómicos - Sabores autênticos” e “Património e Cultura - Mosaico de Paisagens” são dois dos destaques do BookPortugal no seu dia de estreia na internet com o compromisso de fornecer aos clientes “a solução perfeita” para férias em Portugal.

Disponível em inglês, alemão, francês, espanhol, italiano, além do português e de uma versão em português do Brasil, o BookPortugal tem na parte superior da homepage, à esquerda, o motor de reservas com as opções de só hotel, só voo, só rent-a-car, voo + hotel, hotel + carro e voo + hotel + carro, e à direita os destaques de alguns dos produtos.

Os destaques hoje são, além dos “Circuitos Gastronómicos” e do programa “Património e Cultura”, uma proposta de city break no Porto, estadas no Choupana Hills Resort, na Madeira, no Hotel Tivoli Coimbra, ou no CS São Rafael Suite Hotel, em Albufeira, e uma promoção golfe em Óbidos.

O BookPortugal.com apresenta ainda breves descrições sobre Portugal, sobre as diferentes regiões, o seu Património, assim como várias informações úteis, como calendário de feriados, documentação necessária e rede de transportes.

Outras áreas do site permitem reservar “Por Região”, pesquisar hotéis por cidades, procurar circuitos com os temas “Património&Cultura” e “Gastronomia&Enoturismo” ou encontrar promoções, divididas nas categorias “Verão no Algarve”, “Portugal”, “Golfe”, “Madeira e Açores” ou “City Breaks”.

O “quem somos” explica aos utiliadores que o BookPortugal.com “é uma agência de viagens exclusivamente online especializada em Portugal como destino turístico”, cujo “compromisso” é “encontrar a solução perfeita para as suas férias em Portugal”.

A agência informa ainda que definiu como sua missão “disponibilizar o mais completo e competitivo portfolio de viagens em Portugal, baseado em conhecimento local e soluções tecnológicas” e que, nesses termos, “desde as movimentadas cidades aos segredos do campo, o BookPortugal.com fornece as funcionalidades para planear, marcar e gozar as suas férias em Portugal”.

Vinho do Porto exporta mais 31,2% para o Brasil até Junho




As exportações de vinho do Porto para o Brasil cresceram 31,2% nos primeiros seis meses deste ano face a igual período do ano passado, segundo o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

De acordo com um comunicado divulgado pelo instituto público, a facturação obtida com as vendas foi de "2,4 milhões de euros".

O Brasil volta a fazer parte do top 10 de países consumidores de vinho do Porto, assumindo, no final de Junho, uma quota de 1,8% no total de vendas.

O crescimento do Brasil ocorre em contraciclo com as vendas globais de vinho do Porto que, no primeiro semestre, reflectiram "uma queda de 9,4% face a período homólogo de 2010".

Foram vendidos 3,4 milhões de caixas de nove litros por 132 milhões de euros, ou seja, menos 9,4% de volume de negócios que nos primeiros seis meses do ano passado.

Neste período, a França reforçou o lugar no topo da tabela, sendo o maior mercado para o vinho do Porto, cujo volume de negócios atingiu os 36,5 milhões de euros.

Segue-se a Holanda, que acumulou 16,7 milhões de euros, e Portugal, que consumiu 15,1 milhões de euros, sofrendo uma queda de 17,9% em relação aos valores homólogos.

Não foi só no Brasil que o vinho do Porto ganhou terreno, visto que, de Janeiro a Junho deste ano, a Polónia e Finlândia registaram subidas de cerca de 58 e 43%, respectivamente.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Portuguesa Inesting abre escritório em São Paulo


A Inesting, agência de marketing digital portuguesa, acaba de abrir um escritório no Brasil, em São Paulo, e estima que no prazo de um ano este facture mais que o escritório de Portugal.
“Impulsionada pelos pedidos de vários clientes com quem já trabalhava, a Inesting concretizou a abertura do seu escritório no Brasil, desta forma facilitando uma plataforma logística física, para o desenvolvimento dos seus projectos”, diz a agência em comunicado.

De acordo com Francesco Berrettini CEO da Inesting, “a entrada no mercado brasileiro já havia sucedido na prática, com diversos projectos que estão em curso. A abertura de um escritório físico foi apenas a consequência lógica deste processo”. Por seu turno, João Monteiro Filipe, Country Manager da Inesting para o Brasil,  adianta que existem já “alguns projectos em curso no Brasil para clientes de grande importância estratégica”.

“Neste momento contamos com o apoio do escritório de Portugal para algumas áreas de produção, mas estão em curso actividades de recrutamento de profissionais brasileiros. A língua é a mesma, mas a cultura é diferente. Fazer Marketing Digital implica forte conhecimento dos hábitos e comportamentos dos consumidores online”, acrescenta.

A Inesting explora comercialmente os produtos Direct100 - software de Mobile Marketing, e Benchmark Email - software de Email Marketing, nos mercados Portugal e Brasil, gerindo uma rede de parceiros comerciais nestes mercados, estando agora a ser preparado “o lançamento de um produto na área do Social Media Analytics”, refere a agência.

VI Encontro de Negócios Portugal-Brasil - em setembro, no Rio de Janeiro


O evento debaterá o estado atual das relações comerciais e do fluxo de investimentos entre Portugal e o Brasil, por meio de exposições de autoridades, representantes e técnicos de ambos os governos, bem como do empresariado, apontando entraves, soluções e oportunidades para o comércio e investimentos bilaterais.

Leia mais aqui

Azeite português Gallo quer ser terceira marca a nível mundial em 2013 e Brasil continua prioritário

Azeite

A portuguesa Azeite Gallo, hoje a quinta marca de azeite mais vendida no mundo, ambiciona chegar ao pódio mundial até 2013. A internacionalização faz parte da renovação da imagem da marca apresentada ontem pelo CEO da Gallo Worldwide, Pedro Cruz. O investimento: 5 milhões de euros.

O Brasil, principal mercado externo, vai continuar a sê-lo. A marca representa 30% do valor do azeite vendido no país e espera conseguir chegar a igual percentagem, em volume, durante 2013. Venezuela, Angola e China - onde marca presença desde Junho deste ano - completam o leque de apostas. Já o avanço para outras economias emergentes está condicionada pelos hábitos alimentares. "Não nos focamos em nichos, queremos continuar a ser um operador mainstream", explicou Pedro Cruz. 
 
 
 

Galp vai aumentar capital no Brasil



O presidente executivo da Galp, Ferreira de Oliveira, disse ontem que a petrolífera já tem candidatos "mais do que suficientes" para o aumento de capital de cerca de dois mil milhões de euros na sua subsidiária no Brasil.

"Temos os candidatos mais do que suficientes, até poderiam ser um bocado menos, para levarmos até ao fim o processo [de aumento de capital na Petrogal Brasil]", disse Ferreira de Oliveira, após a apresentação de resultados da petrolífera.

O presidente executivo da Galp sublinhou que "não há nada que não esteja a decorrer conforme o planeado", confirmando que os candidatos interessados serão decididos ainda este trimestre, que decorre até final de setembro, seguindo-se então o fecho económico no quarto trimestre.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Portuguesa SAG reforça aposta no Brasil


A portuguesa SAG-Soluções Automóvel Globais decidiu vender as participações em Espanha e na Polónia para reforçar investimentos no Brasil, onde controla a locadora rent-a-car Unidas, uma das principais operadoras do setor.

Fundada há 25 anos, a Unidas é detentora da segunda maior frota de locação de automóveis do Brasil, com 29 mil veículos distribuídos por mais de 100 pontos de atendimento. A empresa conta com aproximadamente 800 colaboradores e 300 mil clientes.

No início da semana, o grupo presidido por João Pereira Coutinho vendeu as participações detidas na sociedade espanhola Santander Consumer Iber-Rent e na sociedade polaca Santander Consumer Multirent, Sp, correspondentes a 40% dos respectivos capitais sociais.

Com estas alienações, cessou também a parceria estabelecida em 2006 com o Banco Santander Consumer, na área do aluguer operacional de viaturas.
O grupo de João Pereira Coutinho, com investimentos em diversos setores de atividade, destaca que com estas alienações conclui "um longo processo de reorganização corporativa, que incluiu a alienação de um conjunto de ativos considerados não estratégicos para o seu desenvolvimento futuro, e a forte capitalização do seu negócio automóvel no Brasil".

A SAG avalia que "a Unidas está agora dotada dos recursos necessários para aproveitar na sua totalidade o potencial de crescimento e valorização das suas atividades".

Tap amplia frequência entre Porto Alegre e Lisboa



A Tap oferecerá uma nova ligação por semana entre Porto Alegre e Lisboa, no período de 16 de setembro a 28 de outubro. A operação, lançada em junho, passará de quatro para cinco voos por semana.

A nova frequência será realizada às sextas-feiras em aviões A330, com capacidade para 263 passageiros. As partidas em Porto Alegre serão às 21h40, com chegada em Lisboa às 12h20 do dia seguinte. No sentido inverso, os voos saem de Lisboa às 11h15 e chegam à capital gaúcha às 18h30.

A companhia portuguesa transportou cerca de 1,4 milhão de passageiros, entre Portugal e  nove cidades brasileiras em 2010, cerca de 2%  mais do que no ano anterior.

EDP regista excelentes resultados no Brasil

António Pita de Abreu - Presidente da EDP no Brasil

A EDP no Brasil, empresa do grupo EDP Energias de Portugal, fechou o primeiro semestre de 2011 com aumento em EBTIDA, receita líquida e lucro líquido.

O índice EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) atingiu R$ 875,4 milhões entre janeiro e junho, aumento de 7,8% em comparação ao mesmo período de 2010, informa a empresa em comunicado divulgado nesta quinta-feira (28).

Já a receita líquida no primeiro semestre foi de R$ 2,7 bilhões, incremento de 12,4% na comparação com os primeiros seis meses de 2010. O lucro líquido também segue crescendo em 2011. No primeiro semestre o montante atingiu R$ 316,5 milhões, alta de 2,5% em relação a 2010.

A EDP no Brasil promoveu um investimento da ordem de R$ 283,1 milhões neste primeiro semestre, dos quais R$ 145,6 milhões foram investidos em Distribuição, enquanto outros R$ 136,6 milhões foram destinados para Geração.

Um dos principais destaques do período foi a aquisição dos direitos de exploração da Usina Hidroelétrica Santo António do Jari, na divisa dos Estados do Pará e Amapá.

A usina possui 300 MW de capacidade instalada e 196,1 MW médios de energia assegurada. O projeto prevê ainda o acréscimo de 73,4 MW de capacidade instalada. O investimento total previsto pode variar entre R$ 1,2 bilhão e 1,4 bilhão.

“A EDP Energias do Brasil segue sua trajetória de investimento e crescimento em 2011, como pôde ser observado nos resultados desse primeiro trimestre, garantindo aos nossos acionistas rentabilidade”, afirma o diretor- presidente, António Pita de Abreu.

Cavaco Silva, Presidente da Républica portuguesa, recebe empresários brasileiros e portugueses


Audiência à Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil

O Presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, recebeu ontem em audiência, no Palácio de Belém, em Lisboa, a direcção da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil (São Paulo).  Quatro empresas brasileiras e quatro portuguesas estiveram representadas no encontro: Embraer, Camargo Correa, Banco Luso Brasileiro, Cesar Trading, Portugal Telecom, EDP, Caixa Geral de Depósitos e BES.

O encontro destinou-se a debater formas de o sector empresarial ajudar Portugal a superar a crise económica e apresentar convite ao Presidente Cavaco Silva  para vir ao Brasil, em novembro, afim de ser homenageado pela Câmara Portuguesa de Comercio no Brasil/ São Paulo.

O Presidente da Câmara Portuguesa de Comercio, Manuel Rodrigues Tavares de Almeida Filho disse que a entidade “pode ser muito útil” no reforço das relações entre os dois países, designadamente contribuindo para a colocação de mão de obra portuguesa qualificada  no Brasil.
Além disso, os empresários quiseram ouvir o Presidente sobre a possibilidade de a Câmara reforçar a ajuda à internacionalização de empresas portuguesas e o que é preciso para incentivar as empresas brasileiras a investir em Portugal.
Na reunião também foram abordadas as actividades que marcarão o ano de Portugal no Brasil e do Brasil em Portugal, em 2012.

Os empresários convidaram o Presidente Português a  deslocar-se ao Brasil para ser  homenageado do ano pela Câmara de Comércio, em Novembro.Em 2010, o homenageado foi o então presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva.

Tecnologia adotada em Portugal vai dar mais agilidade ao serviço de imigração nos aeroportos brasileiros


O secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, participa do lançamento do projeto Rapid / Foto: Renato Araújo/ABr

A Polícia Federal Brasileira iniciou esta semana a primeira fase do projeto piloto para adoção de portões eletrónicos (e-gates) de controle migratório no Brasil. O sistema, conhecido como Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente (Rapid), pretende tornar mais rápido o procedimento de entrada e saída de pessoas pelos aeroportos internacionais brasileiros.

O projeto é resultado de um acordo de cooperação entre a Polícia Federal Brasileira e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal.

Dois portões de reconhecimento, cedidos pelo governo português, foram instalados no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Os e-gates já são usados em Portugal, na Inglaterra e na Austrália. De acordo com o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, que participou no acto de inauguração, a adoção dos portões eletrónicos simplifica ainda mais as relações entre Brasil e Portugal. "Aliamos coisas que são importantes, como modernidade e segurança. É uma tecnologia que provou funcionar bem na União Europeia

Para o secretário executivo do Ministério da Justiça brasileiro, Luiz Paulo Barreto, os equipamentos permitirão um controle migratório mais efetivo e um desembarque mais rápido. "Não terá a necessidade daquele quase enfrentamento entre viajante e autoridade migratória do país receptor."

O sistema é automatizado e permite a verificação de todos os dados de segurança do viajante. De acordo com Barreto, é preciso que os estados consigam aliar tecnologia à segurança. "[O Rapid] vai ver se a pessoa tem algum antecedente criminal no exterior, se é foragido internacional, se o passaporte está válido."
Barreto disse ainda que o Brasil pretende implantar essa nova tecnologia nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Após a validação do documento, o passageiro passa para uma cabine na qual é fotografado. A identidade do viajante é confirmada por meio da comparação entre a fotografia armazenada no microprocesssador (chip) do passaporte com a imagem capturada pelo equipamento de segurança. Confirmada a identificação, o passageiro é liberado para prosseguir no embarque ou desembarque.

Nessa primeira fase do projeto, apenas brasileiros e portugueses com passaportes diplomáticos ou oficiais com chip instalado poderão passar pelo controle de imigração nos portões eletrônicos. A previsão da Polícia Federal é que, até o fim do ano, os brasileiros que já tiraram o novo passaporte eletrónico (com chip) também possam passar pelos chamados e-gates.

domingo, 24 de julho de 2011

TAP representada no Rio Grande do Norte - Brasil



O grupo Arituba  irá representar a companhia aérea portuguesa TAP no Rio Grande do Norte, devendo para o efeito inaugurar proximamente  uma loja na Avenida Hermes da Fonseca, em Natal, capital daquele Estado brasileiro.

A TAP é a única companhia aérea com voos internacionais regulares para o Rio Grande do Norte.

Missão Empresarial portuguesa ao Brasil




A ACL-CCIP/Associação Comercial de Lisboa - Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa vai organizar, de 3 a 8 de Outubro de 2011,  em colaboração com a CIEP – Confederação Internacional dos Empresários Portugueses e com o apoio da Fundação Luso-Brasileira e da AICEP, uma Missão Empresarial ao Brasil, com passagem por Fortaleza e São Paulo.

O programa desta missão inclui a participação no “Encontro de Negócios na Língua Portuguesa”, que irá decorrer em Fortaleza, onde a delegação portuguesa terá a oportunidade não só de participar nas diversas sessões e painéis temáticos, como também de reunir com empresários brasileiros e dos Países de Língua Portuguesa, presentes no evento.

Em São Paulo, serão agendadas reuniões bilaterais de negócios, de acordo com o perfil e interesses no mercado de cada empresa participante.

A passagem da missão por São Paulo, coincide com a Metaltech – Feira de Máquinas e Ferramentas e com a Petrotech – Feira de Tecnologias para a Indústria do Petróleo, Gás e Biocombustíveis.

Para mais informações, contactar  a ACL-CCIP, pelo Tel. 213224050 ou através do e-mail: cpaulino@acl.org.pt (Carla Paulino). O prazo de inscrição é dia 9 de Agosto de 2011.

Vinhos do Tejo querem triplicar exportações para o Brasil



A Comissão Vitivinícola Regional (CVR) Tejo vai estar, com oito produtores da região, entre segunda e quarta-feira da próxima semana, nas cidades brasileiras de Rio de Janeiro e S. Paulo, no âmbito da estratégia de triplicar este ano as exportações de vinhos do Tejo para o Brasil.

Em comunicado, a CVRTejo afirma esperar que, em 2011, seja superada a barreira dos 400.000 litros de vinhos do Tejo vendidos para o mercado brasileiro, mantendo o ritmo de crescimento de 2010, ano em que cresceu 180 por cento em volume de garrafas exportadas, correspondentes a mais de 150.000 litros.

José Pinto Gaspar, presidente da CVR Tejo, justifica este cenário optimista com a dimensão do país e o crescimento das suas classes média e alta.

“No Brasil, Portugal é já o quarto país em volume de importação de vinhos e essa posição, até pelo conhecimento que o consumidor brasileiro já tem dos nossos vinhos e pelos fortes laços culturais e linguísticos entre os dois países, pode ser melhorada”, afirmou.

TAP aumenta número de voos entre Lisboa e Belo Horizonte



A companhia aérea portuguesa TAP reforçará as ligações entre Lisboa E Belo Horizonte com mais um voo por semana, no período de 29 de agosto a 12 de setembro, dando resposta à elevada procura nesta rota, com taxas de ocupação médias superiores a 90%.

Em 2011, a TAP transportou nesta linha mais 16% de passageiros do que em 2010 e regista para o mês de setembro um crescimento de 34% no número total de reservas.

Com a nova operação, à segunda-feira, a TAP passa a oferecer durante este período voo diário entre Belo Horizonte e Lisboa.

Os voos têm partidas de Lisboa às 9:45 e chegada a Belo Horizonte às 15:25. No sentido inverso, partem do aeroporto de Confins às 22:00, chegando ao aeroporto de Lisboa, no dia seguinte, às 11:15.

O último acréscimo de oferta entre a capital mineira e a Europa ocorreu no final de março com a introdução da sexta frequência semanal.

Consórcio da Galp contrata nova 'cidade flutuante' no Brasil



A plataforma Cidade de Paraty, que será instalada até 2014, para explorar o pré-sal, custará mais de 710 milhões de euros.

A Galp, Petrobras e BG, que exploram o campo petrolífero Lula, antes conhecido como Tupi, deram mais um passo na montagem da infra-estrutura que mudará a paisagem da bacia marítima de Santos, no Brasil.

O consórcio, onde a Galp tem uma posição de 10%, assinou ontem o contrato para a encomenda, a um grupo liderado pelos holandeses da SBM Offshore, do navio-plataforma Cidade de Paraty. Um negócio avaliado em mil milhões de dólares (711,2 milhões de euros).

EDP aumenta em 9,5% a geração de energia no Brasil;distribuição cresceu 3,4%



O grupo português EDP aumentou em 3,4% a distribuição de energia no Brasil durante o primeiro semestre, com um volume que totalizou 12,29 terawatt hora (TWh) e que compara com os 11,89 TWh dos primeiros seis meses do ano passado, segundo relatório preliminar divulgado pela companhia.

A maior distribuidora da EDP no Brasil, a Bandeirante, teve um crescimento de 2,5% no período de janeiro a junho, para quase 7,33 TWh. Já a Escelsa, distribuidora que atua no Estado do Espírito Santo, chegou ao final de junho com um volume de eletricidade acumulado de 4,97 TWh, mais 4,7% que em 2010.

No final de junho a EDP Brasil tinha 2,78 milhões de clientes, mais 3,9% que no fecho do primeiro semestre do ano passado. Desses, 1,26 milhão estavam com a Escelsa e 1,52 milhão com a Bandeirante.

Por outro lado, a EDP também alcançou crescimentos expressivos no Brasil nas áreas de geração e comercialização.

Inscrições abertas para o Encontro de Negócios na Língua Portuguesa




















Promovido pela Câmara Brasil-Portugal no Ceará (CBP-CE), o Encontro de Negócios na Língua Portuguesa (ENLP) terá lugar entre os dias 03 e 06 de outubro deste ano, no La Maison Coliseu, em Fortaleza , Ceará, Brasil
O ENLP é voltado para empresários e profissionais liberais, autoridades, representantes de entidades de classe, instituições de fomento e de financiamento, imprensa especializada, expoentes da cultura, pesquisadores e demais câmaras de comércio.

O Encontro de Negócios na Língua Portuguesa tem o apoio do Conselho das Câmaras Portuguesas do Comércio no Brasil, Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira, Ad2m Engenharia de Comunicação, Portugal Digital e País Econômico.

Mais informações: Câmara Brasil-Portugal  Ceará (CBP-CE)
e-mail: secretariace@brasilportugal.org.br ; telefone: (55 85) 3261.7423